Taís Araújo e Lázaro Ramos estrelam a peça O Topo da Montanha, no Imperator

lazaro-tais-imperator-foto

A peça O Topo da Montanha, com Lázaro Ramos e Taís Araújo continua sua carreira de sucesso, tendo já sido vista por mais de 100 mil espectadores, além de ter recebido uma indicação ao Prêmio Shell, de melhor atriz, para Taís Araújo. Desde sua estreia em São Paulo, em outubro de 2015, o espetáculo percorreu 11 estados brasileiros e visitou 15 cidades, sempre com sessões esgotadas.

Desta vez, a montagem aterrissa no Rio de Janeiro, no Teatro Imperator, símbolo cultural do Méier – o mesmo bairro em que nasceu Taís Araújo.

“Eu tenho uma relação afetiva muito forte com o Méier e com este teatro. Saí de lá aos 9 anos, mas jamais deixei de estar nele. Além disso, acredito que o teatro tem o papel de ir até as pessoas. É mais que resistência, para mim significa persistência”, diz Taís Araújo sobre o prazer de levar cultura para todos os cantos de sua cidade.

O Topo da Montanha faz alusão ao último grande discurso de Martin Luther King (I’ve Been to the Mountaintop). Em Memphis, na Igreja de Mason, no dia 3 de abril de 1968, Luther King acabara de realizar seu último sermão. É exatamente neste cenário, um dia antes de seu assassinato, cometido na sacada do Hotel Lorraine, do quarto 306 – e na sequência de suas derradeiras palavras públicas –, que Martin Luther King, interpretado por Lázaro Ramos, conhece Camae, encenada por Taís Araújo, a misteriosa e bela camareira em seu primeiro dia de trabalho no estabelecimento.

Serviço

O Topo da Montanha

Data: de 19/01 a 04/02
Local: Teatro Imperator
Ingressos: Plateia inferior: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia) / Balcão: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)

Tag's

Faça seu comentário